sábado, 16 de agosto de 2008

Mercenários da Blackwater Já Operam No Brasil

O General-de-Brigada Durval Antunes de Andrade Nery, Coordenador de Estudos e Pesquisas do Cebres (Centro Brasileiro de Estudos Estratégicos), denuncia em entrevista publicada no O Dia, que a recriação da IV Frota da Marinha dos EUA tem como objetivo uma futura intervenção militar nas jazidas de petróleo de pré-sal, recém descobertas pela Petrobrás no litoral brasileiro.

Além disso, o General relata a existência de mercenários da Blackwater em plataformas de petróleo administradas pela Halliburton e pertencentes à família Bush situadas na plataforma continental brasileira, devidamente licitadas pela ANP. A relação entre a Halliburton e a Blackwater é bem conhecida no mundo e seu histórico de ilegalidades e arbitrariedades está bem documentado no Google:

Dick Cheney, atual Vice-Presidente dos EUA, era o Presidente da Halliburton antes de assumir a vice-presidência. A Halliburton possui escritórios no Rio de Janeiro e Macaé (RJ) e em Salvador (BA).

Segundo o relato de um Coronel de Exército Comandante de Batalhão na Amazônia, mercenários também já ocupam reservas indígenas contando com bases fluviais bem equipadas e fortemente armados, onde militares brasileiros so podem entrar com autorização judicial. Conforme já prevíamos no artigo anterior sobre a Blackwater, o futuro já chegou: mercenários já ocupam bases na Amazônia brasileira!!

Transcrevemos, a seguir, a matéria publicada no O Dia (bem escondida, por sinal). Este blog tentará contato com o General Durval para tentar colher maiores detalhes e informações sobre a denúncia.


16/08/2008 20:24:00

Essa IV frota é amiga?

Coordenador do Centro Brasileiro de Estudos Estratégicos, general vê com preocupação a reativação da esquadra dos EUA encarregada de proteger o comércio nos mares do sul e critica a presença de “mercenários” em plataformas do nosso litoral

Rio - Para a maioria dos militares brasileiros, não há como desassociar a recriação da IV Frota dos Estados Unidos da descoberta de imensa jazida de petróleo no nosso litoral. Entre esses militares, está o general de brigada da reserva Durval Antunes de Andrade Nery, coordenador de estudos e pesquisas do Cebres (Centro Brasileiro de Estudos Estratégicos), que reúne entre seus pesquisadores diplomados pela Escola Superior de Guerra. Abaixo os principais trechos da conversa dele com O DIA.

IV Quarta Frota

“A decisão dos Estados Unidos de recriar a IV Frota foi apresentada como destinada a proteger o livre fluxo do comércio nos mares da região. Ora, se alguém tem condições de proteger, tem condições de impedir esse fluxo comercial. Pergunto: Por que proteger o comércio de uma área que não vive situação de guerra? E isso quando o Brasil dá notícia da extensão das jazidas do pré-sal como uma das maiores de todo o mundo”.

Grupo Halliburton dos EUA

“Esta empresa está envolvida com o apoio logístico em todo o mundo no que diz respeito ao petróleo, principalmente no Iraque. A Halliburton é uma empresa que hoje, no Brasil, mantém um de seus (ex-) diretores como diretor da ANP (Nelson Narciso Filho, indicado pelo presidente Lula e aprovado em sabatina no Senado). Esse homem tem acesso a dados secretos das jazidas de petróleo no Brasil”.

Bush e o pré-sal

“Logo depois que o mundo tomou conhecimento da existência das reservas do pré-sal, o presidente (George W.) Bush disse na imprensa: ‘Não reconheço a soberania brasileira sobre as 200 milhas’. O pré-sal ultrapassa as 200 milhas. Tudo que existe ali para exploração econômica é do País, isso segundo a ONU. Por que o presidente norte-americano recria a IV Frota logo após não reconhecer nossa soberania?”

O comando da IV Frota

“Poderíamos imaginar que a IV Frota vai ter missão humanitária, mesmo custando uma fortuna manter porta-aviões nucleares com 50, 60 e 100 aviões navegando permanentemente nos mares do sul. Mas, por que nomear para o comando o contra-almirante Joseph Kernan, especializado em táticas de guerra submersa e no treinamento de homens-rãs? Um homem que com seus sabotadores deu um banho nas guerras do Afeganistão e do Iraque está à frente da IV Frota para proteger?”

Blackwater no Brasil

“(Após a eleição de Bush), a Hallibourton, contratada pelo governo dos EUA para planejar a redução das despesas do país com as Forças Armadas, criou uma empresa chamada Blackwater — firma de mercenários, com contrato de seis bilhões de dólares e que, só no Iraque, tem 128 mil homens. Eles fazem segurança e matam. Pergunto: Quem está fazendo a segurança das 15 plataformas que a família Bush tem no Brasil, todas vendidas (em licitação) pela ANP? Ainda faço um desafio: vamos pegar um barco e tentar subir numa plataforma. Garanto que vamos encontrar os homens da Hallibourton armados até os dentes e que não vão deixar a gente subir”.

Estranho na selva

“Coronel que até o ano passado comandava batalhão na região da (reserva indígena) Yanomami contou que estava fazendo patrulha em um barco inflável com quatro homens em um igarapé quando avistou um sujeito armado com fuzil. Um tenente disse: ‘Tem mais um cara ali’. Eram cinco homens armados. O tenente advertiu: ‘Coronel, é uma emboscada. Vamos retrair.’ Retraíram. Perguntei: ‘O que você fez?’ Ele disse: ‘General, tive que ir ao distrito, pedir à juíza autorização para ir lá.’ Falei: ‘Meu caro, você, comandante de um batalhão no meio da Amazônia, perto da fronteira, responsável por nossa segurança, só pode entrar na área se a juíza autorizar? Ele respondeu: ‘É. Foi isso que o governo passado (Fernando Henrique) deixou para nós. Não podemos fazer nada em área indígena sem autorização da Justiça”.

15 homens e 10 lanchas

“O coronel contou que pegou a autorização e voltou. Levou três horas para chegar ao igarapé, onde não tinha mais ninguém. Continuou em direção à fronteira. De repente, encontrou ancoradouro, com um cara loiro, de olhos azuis, fuzil nas costas, o esperando. Olhou para o lado: 10 lanchas e quatro aviões-anfíbio, no meio na selva. ‘Na sua área?’, perguntei. ‘É’, respondeu. Ele contou que abordou o homem: ‘Quem é você?”. Como resposta ouviu: ‘Sou oficial forças especiais dos Estados Unidos da América do Norte’. O coronel insistiu: ‘Que faz aqui’. E o cara disse que fazia segurança para uma pousada. Ele perguntou qual pousada? Ouviu: ‘Pertencente a um cidadão americano’. Quinze homens estavam lá, armados. Hallibourton? Blackwater?”

Crise do Petróleo

“Temos (no pré-sal), talvez, a maior jazida de petróleo do mundo. Será que países desenvolvidos vão se aquietar sabendo que o futuro deles depende do petróleo? Os Estados Unidos tem petróleo só para os próximos cinco anos. Tanto é que o país não consome o dele, porque suas reservas são baixas. Passa a pegar o que existe no mundo. Foi assim no Irã, em 1953, quando derrubaram o (primeiro-ministro Mohamed) Mossadegh. Os aiatolás pegaram de volta e agora querem outra vez atacar o Irã. No Afeganistão, deu no que deu. No Iraque, tomaram o petróleo de lá. Agora vem o petróleo do Mar Cáspio e a Georgia (em guerra com a Rússia por território onde passam gasodutos). E no Brasil, como será? Essa (IV) Frota é só amiga? Está aqui só para proteger?”.

19 comentários:

Dmitry disse...

É meu amigo, a descoberta desta imensidão de petróleo parece ser mais uma maldição do que uma benção.

Só não seremos o próximo Iraque porque comprar políticos é mais fácil do que se ver com a opinião pública mundial.

O que estas duas empresas estão fazendo é o planejamento estratégico do que será a ocupação americana do nosso país. Mas tudo será de maneira pacífica porque nossos políticos irão autorizar todas as vontades americanas.

Ralph disse...

Ja aprendemos isso, o que os estados unidos quer ele toma.

Inventa uma mentira pequena e toma uma grande ação contra aquele pais.

Coloca outros paises contra ele também.

E pronto usa e abusa do que quiser.

EUA é o pais do mal. Império querendo tomar conta deste planeta.

Mas que ainda há, de cair!!!

rafael roos disse...

pense tabem que não só nessas regiões é que estão localizados militares americanos, mas na região da triplice fronteira tb e na colombia, peru, chile e equador.
estamos ou não sendo cercados? cadê a nossa soberania? o governo se preocupa com o revanchismo contra os militares e esquece que dependemos deles para defender o nosso território. abre o olho pessoal, se é que já não é tarde.

ivosgreis disse...

Caro Mr. Spock:

Minha presença aqui é para parabenizá-lo por este excelente artigo, com o qual você me honrou, republicando-o em meu blog, o "Debata, Desvende e Divulgue!" (http://debatadesvendeedivulgue.com/blog/).

Lá deixei hoje um longo comentário, que apreciaria que você consultasse, até porque esclareço sobre duas questões que parecem ter ficado um pouco confusas para você (confusas no sentido de entender a minha visão sobre assunto): "a questão das RESERVAS INDÍGENAS e a questão da EXAUSTÃO DO PETRÓLEO MUNDIAL.

O Antídio também voltou a comentar e já estamos, no total, com 12 comentários, contando com os seus dois. Vamos aprofundar essa matéria.

Com a sua permissão, tentarei republicá-la em meu outro blog (dando-lhe os créditos)e fazer um resumo num dos meus grupos de discussão, para chamar mais gente para o debate (divulgarei o seu e o meu blog, como referências).

Abraços!

ivosgreis disse...

Como o assunto colocado pelo Spock é de suma importância, mas tem também um caráter especulativo (analisa possibilidades que eu até acho completamente plausíveis, mas muitos não), resolvi colocar uma pergunta semelhante em teste, no meu grupo de discussões do Yahoo!. Coloquei-a com um título bem simplório, para aumentar o alcance do público alvo que, por lá, não gosta de discutir coisas muita complicadas. A pergunta foi "Petróleo brasileiro das jazidas do pré-sal é alvo da cobiça americana. Vocês acham que eles podem nos invadir?"

Abaixo da pergunta, fiz um breve resumo, em linguagem simples, da matéria do Mr. Spock, para que eles pudessem avaliar e responder. Para minha surpresa, sabe qual foi a reação geral? Dentre as 15 respostas, apenas 3 usuários admitiram a possibilidade. Os outros 12 acusaram-me de paranóico, alarmista e comunista, alegando que eu estava "viajando".

Pois bem, para aqueles que não acreditam na iminência do perigo, resolvi pesquisar mais e encontrei no site do "Midia Independente", de onde sou colaborador, a seguinte matéria que reproduzo abaixo e que corrobora tudo o que Mr. Spock disse. Leiam e reflitam:

----------------------------------------------------------------------------------

" A sombra dos EUA paira sobre a soberania do Brasil
Por Eduardo Patriota Gusmão Soares 16/08/2008 às 15:18

Com uma crise batendo à porta, os EUA se voltam para as riquezas da América do Sul. A reativação da IV Frota Naval é tudo, menos sinal de que eles querem nos proteger. A ameaça a soberania já valeu até conversas entre os altos comandantes do exército e o Presidente da República

Numa palestra, o geofísico João Victor Campos disse que nos Campos de Carioca, Tupi e Júpiter são estimadas reservas de cerca de 90 bilhões de barris de petróleo, em uma área de extensão de 800 km que vai de Santa Catarina ao Espírito Santo e de 200 km de território marítimo do País. Com o preço do petróleo em cerca de US$ 100 o barril, esta riqueza pode chegar a US$ 10 trilhões, o que daria para levar o Brasil a um grau de desenvolvimento muito melhor se for explorada a contento pelos nossos administradores públicos.

Como se nota, o Brasil começa a despontar como uma grande fonte de energia para alimentar o mundo. Energia é algo fundamental. Os recentes conflitos entre Rússia e Geórgia, são mais por causa do controle energético da região, do que outra coisa. A própria guerra do Iraque, bem se sabe, foi uma busca insandecida por petróleo, a principal matriz energética mundial. Como quem está no topo, de lá não quer descer, os EUA já vislumbram um jeito de pôr as mãos na "energia" que emana das camadas pré-sal brasileiras.

O atual vice-presidente dos EUA, Dick Cheney, um dia já presidiu uma empresa norte-americana de exploração petrolífera, a Halliburton. Esta mesma empresa está administrando o Banco de Dados de Exploração e Produção (BDEP), da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), sem ter passado por processo licitatório. Curiosamente, lembram-se do notebook "roubado" com informações sigilosas da Petrobrás? Advinhem no contêiner de qual empresa o notebook estava? E como bem notou o geofísico, "(...) a ANP não tem poder regulador da legislação nacional, mas serve para impor interesses estrangeiros nos assuntos relativos ao petróleo ferindo a soberania brasileira."

Ainda mais estranho, é o fato dos EUA terem recentemente ativado a IV Frota Naval, que patrula as águas do Sul. Criadas em 1943 e desativadas em 1950, a frota tem 22 navios: quatro cruzadores com mísseis; quatro destróieres com mísseis; 13 fragatas com mísseis; e um navio-hospital. Segundos os EUA, o navio ficará em missão de paz para patrulhar e garantir o comércio mundial, já que 90% dele é feito através de navios. Oras, mas quem tem o poder de garantir a segurança, também tem o poder de barrar a passagem. E, como se sabe, os EUA são peritos em arrumar desculpas para guerras, conflitos, intervenções armadas, etc. Com uma crise energética, alimentar e financeira se agigantando sobre os EUA, vemos pairar sobre o fraco cone sul a sombra da maior potência militar de toda a história da humanidade.

Tristemente, nossos comandantes da Marinha foram falar com o presidente Lula que eles "não possuem condições de cumprir os deveres constitucionais". Em bom português: aqueles navios não estão ali passeando e, no caso de um ataque, não temos como nos defender. Afinal, eles gastam quase US$ 600 BILHÕES por ano com suas forças militares. O Exército brasileiro deve receber dotação orçamentária de R$ 2,628 bilhões em 2008, dos quais R$ 2,069 bilhões para gastos com custeio e R$ 559 milhões para investimento. Só podemos torcer para que a crise nos EUA tenha fim. Senão, seremos tragados para alimentar a insaciável máquina do Tio Sam.

Texto original e fontes: http://www.umavisaodomundo.com/2008/08/sombra-eua-sobre-soberania-brasil.html

Email:: duduziuz@gmail.com
URL:: http://www.umavisaodomundo.com/

--------------------------------------------------------------------------------------------------

É Spock, cada vez mais acredito naquela célebre frase de Nelson Rodrigues: "Toda a maioria é burra", a despeito das possíveis exceções e controvérsias e que chocou e choca tantas pessoas, até hoje.

Outra burrice que está prestes a ser cometida é a demarcação CONTÍNUA da Reserva Indígena Raposa da Terra do Sol. 1.743.089 hectares (quase 2 milhões de campos de futebol) para apenas 18.000 índios? O que de fato existe naquela região? Respondo: Muita riqueza (ouro, nióbio, petróleo, as maiores jazidas de manganês e ferro do mundo, pedras preciosas (diamante e esmeraldas), cobre, prata e, por estar na amazônia, a maior biodiversidade do planeta. Não é atoa que existem cerca de 150 ONgs estrangeiras por lá, pressionando para que as terras sejam demarcadas continuamente. Se conseguirem, depois é só enrolar e comprar os índios, baratinho, e os estrangeiros tomam conta das terras, infiltrando um estado dentro de um estado, que, um dia, protegido por eles, poderá querer tornar-se um outro país. Acorda, Brasil!

Anônimo disse...

só tem um jeito de defender-mos o BRASIL. dando um fim nesses politicos safados

Kaketuapá OPS disse...

Não é tarde para se tomar uma atitude! Mas temos que iíciar muito logo.Pois temos governante pouco ou com nenhum conhecimento .E também já comprometidos com firmas estranjeiras(Norte América)Só nos resta fazer pressão,via comentários e mídia.Gostaria que nossos militares (3 Forças) tivessem a mesma linha.E deixar de ter uma visão única de militarismo (Holliwoodiano)Vamos olhar para todos os lados srs.Brasil sempre Brasil !!

silvio disse...

Mr. Spock boa matéria faz nos ver aonde o processo capitalista vai nos levar

silvio disse...

Esta matéria nos faz pensar onde o processo capitalista dos outros paises vai nos levar

sioux disse...

é vem meta a mão no que não é deles, vem ..manda eles aqui pra ver a merda que da, pelo menos aqui pelas bandas do sul ache bemmm dificil eles mete a mão a merda vai se grande..americanos fdp

Anônimo disse...

Galera,,, na boa,,, somos ninguéns,,, mas ninguéns que irão sofrer ,,, o que podemos fazer para impedir isso,,,,, eu topo,,, eu to dentro,,, precisamos fazer algo,,,, esperar sentado e bonitinho é concorda,,, esse é nosso país,, não podemos ficar parados,,,,, meu email é marcandd@bol.com.br,,,, eu to dentro,,,, precisamos começar a olhar esses erros de perto e expulsa-los pra longe, antes que o sentimento de impotência seja mais real em nosso quintal,,,,,

de novo,,, eu topo,, eu to dentro,, sem planos para errar,,,sem misericórdia com esses sujos,,,

abç,,,,, em se tratando do brasil ou de minha família, eu to dentro.... e somos uma família,, grande,,, forte e potente,,,, se alguém aqui é forte o suficiente pra pensar, pra não se deixar subornar, nem se rebaixar em seu próprio país, acho q já temos a base,,,,, repito, não aceitar essa grana com sorrisos lindos de quem vendeu a alma pra subir na vida, nas costas dos outros compatriotas....

abç,,, eu topo,,, to dentro....

Anônimo disse...

Caros colegas Patriotas sei muito bem oque ocorre neste Brasil com S estamos sendo cegados por esse monte de lixo , como big brother, novelinhas , bandas de Musicas Hemo etc, para Manipular os jovens de hoje em dia que são mais fracos e bitolados e acham que são espertos, nosso pais está um jogo de cartas Marcadas, esses Novos Oficiais,Praças Temporarios ou de Carreira, só servem para comer o dinheiro do Contribuinte, são mau preparados, Não Aguentariam a metade da metade de um curso Israelense, e esses Milicos hoje em dia não pode fazer mais nada, mal e porcamente, c faz sentar e levantar, pegam essa molecada e dão divisas, como uma Festa de Criança onde estoura um balão e cada um pega a sua promoção, sargento,cabo esses Militares de Carreira a Maioria são Homossesuais e dão Preferencias para seus Cupinxas, se Promovendo nas panelinhas desse Mundo de Mentiras onde Dizem Que mereceram estar com divisas que Foi ralação, a unica ralação foi um rala e rola numa Festinha Particular Gay que alguém denuncia está fora do Exécito Miltar, Alguém precisa c Mobilizar para acabar com essas Farças escondendo oque a novela não diz, Não sou Um revoltado ou recalcado nem ODEIO O MEU PAIS POIS MORRERIA POR ELE, OQUE EU QUERO É OQUE TODOS OS OUTROS MILITARES PATRIOTAS QUEREM E QUE DERAM TUDO DE SI E ENTREGARAM TUDO PARA DEFENDER ESSE PAIS E HOJE ESSES POLITICOS ENTREGAM TUDO PARA ESSES ESTRANGEIROS, EU SÓ QUERO VER A HORA QUE ESSA MERDA ESTOURAR, E OS INGLESES FIZEREM COM NÓS O MESMO OS INDIOS NA AMÉRICA OU CABRAL FEZ COM O BRASIL SAQUEANDO NOSSA RIQUEZA DOS INDIOS TROCANDO POR ESPELHOS E AINDA DIZEM ATÉ HOJE QUE OS PORTUGUESES É QUE SÃO BURROS.PS: ESPERO QUE UM DIA NOSSO PAIS NOS AME COMO NÓS AMAMOS ELE , OBRIGADO POR ESSE ESPAÇO. UM ABRAÇO a todos. black sheep

O BOM disse...

Eu tenho mais medo do PT com o Foro de São Paulo e as Farc, aquele Chavez, e tudo sob a supervisão do Fidel Castro. Ou vai dizer que isto não é verdade?

Anônimo disse...

Bom se a gente não pode ganhar deixamos ocuparnos com tudo que eles tem dai explodimos o nosso pais inteiro

Fuzileiro Naval disse...

Não Se preocupem os Fuzileiros Navais estão aki pra proteger o Brasil...ADSUMUS ( AQUI ESTAMOS )

joão paulo l. r. disse...

Também é conveniente lembrar que, o brasil é um pais soberano, forte, com caráter federalista e que embora nunca tenha passado por uma guerra em sua historia recente; motivo pelo qual em uma situação de invasão contaremos com o apoio do resto do mundo, tem em suas forças armadas organização e competência técnica estratégica oque nos dá pelo menos a certeza de que no brasil os americanos não vão poder entrar arrombando a porta da frente. A maior preocupação é com as putas do congresso que irão aplaudir uma entrada sorrateira. Mas para min, isso só dura até os cafetões perceberem que é mais lucrativo explorar por conta própria as nossas riquezas. Pelo menos não vamos ter um pais devastado só em fase de aprendizado.

Anônimo disse...

Meu Deus... templário, protocolos de Sião, Amazônia Internacional, o povo é lunático mesmo!

Enquanto isso nada de educação, e o país continua na m* e vulnerável a idiotices estrangeiras.

DAVID disse...

Estive pesquisando sobre o assunto e me deparei com essa publicação que relata o encontro de uma unidade do EXERCITO BRASILEIRO com supostos mercenarios em territorio nacional: Estranho na selva

“Coronel que até o ano passado comandava batalhão na região da (reserva indígena) Yanomami contou que estava fazendo patrulha em um barco inflável com quatro homens em um igarapé quando avistou um sujeito armado com fuzil. Um tenente disse: ‘Tem mais um cara ali’. Eram cinco homens armados. O tenente advertiu: ‘Coronel, é uma emboscada. Vamos retrair.’ Retraíram. Perguntei: ‘O que você fez?’ Ele disse: ‘General, tive que ir ao distrito, pedir à juíza autorização para ir lá.’ Falei: ‘Meu caro, você, comandante de um batalhão no meio da Amazônia, perto da fronteira, responsável por nossa segurança, só pode entrar na área se a juíza autorizar? Ele respondeu: ‘É. Foi isso que o governo passado (Fernando Henrique) deixou para nós. Não podemos fazer nada em área indígena sem autorização da Justiça”.

15 homens e 10 lanchas

“O coronel contou que pegou a autorização e voltou. Levou três horas para chegar ao igarapé, onde não tinha mais ninguém. Continuou em direção à fronteira. De repente, encontrou ancoradouro, com um cara loiro, de olhos azuis, fuzil nas costas, o esperando. Olhou para o lado: 10 lanchas e quatro aviões-anfíbio, no meio na selva. ‘Na sua área?’, perguntei. ‘É’, respondeu. Ele contou que abordou o homem: ‘Quem é você?”. Como resposta ouviu: ‘Sou oficial forças especiais dos Estados Unidos da América do Norte’. O coronel insistiu: ‘Que faz aqui’. E o cara disse que fazia segurança para uma pousada. Ele perguntou qual pousada? Ouviu: ‘Pertencente a um cidadão americano’. Quinze homens estavam lá, armados. Hallibourton? Blackwater?”
O ABSURDO NESTE CASO É O FATO DE UM CORONEL DO EXERCITO BRASILEIRO NÃO HAVER DADO VOZ DE PRISÃO E APREENDIDO O SUPOSTO ARMAMENTO DE USO RESTRITO DAS FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS EM TERRITORIO NACIONAL AGINDO DE ACORDO COM O DECRETO 3665 DE 20 DE NOVEMBRO DE 2000 QUE ATRIBUI JUSTAMENTE AO EXERCITO O PAPEL DE FISCALIZAÇAO E REGULAMENTAR O PORTE DE ARMAS NO PAIS. Ou seja estando os supostos estrangeiros em area privada cuja a entrada só pode ser feita atraves de ordem judicial não significa que estavam em situação legal quanto ao porte de armas. Pois mesmo se fossem uma unidade oficial das forças armadas americanas só poderiam estar de posse do referido armamento em missão oficial acompanhados de prepóstos de uma unidade brasileira ou a bordo de embarcação ou aeronave oficial do pais de origem devidamente autorizada a presença ou em missão diplomatica. Lamentavelmente o que parece se realmente o relatado for veridico que o suposto CORONEL conhece menos da legislaçao e das suas atribuições legais como militar do que eu que sou um modesto SARGENTO DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS, mas que diante de uma situação destas não pestanejaria em dar voz de prisão aos gringos e apreender todo equipamento ilegal encontrado na suposta propriedade.

Anônimo disse...

Sou brasileiro maturaliAdo americano, sou LT da marinha americana, popularmente conheciso xomo Seals, atualemnte sou contractor da Xe atuando na bolivia como backup de securanca na embassy americana, recomendo que os veiculos midiaticos brasileiros e sulamericanos comecem a se preocupar, somos mais de 5000 employees alocados em 4 paises da sulamerica, tendo como descupa o narcotrafico porem imagino q seja pior muito pior, como brasileiro imploro aos veiculos de comunicacao q investiguem a fundo a presenca northamerican na america do sul, ou esse continente pode vir a ser o procimo middle east! ACORDA SuL america!